O teatro é uma arte milenar que se renova constantemente, enriquecendo sua linguagem e ampliando as possibilidades cênicas.

 

No Brasil importantes espetáculos, grupos e companhias realizam um rico trabalho investigativo, gerando uma criação inovadora e de grande qualidade técnica e artística. São trabalhos germinais, que quebram paradigmas e contribuem amplamente para o cenário teatral de forma geral.

 

Realizar o Cena Brasil Internacional é incentivar essas investigações que, embora germinais, enfrentam dificuldades de mercado, de circulação de espetáculos, de comunicação e de espaço.

Com a programação de grupos estrangeiros, nacionais e a proposta de residência, na qual todos os grupos permanecem durante os 12 dias de festival, se propicia um inestimável intercâmbio cultural, técnico e artístico, disseminando práticas brasileiras e incorporando linguagens e técnicas de outros países.

O Cena Brasil Internacional procura reunir as melhores criações nacionais e internacionais aglutinando-as de forma a oferecer ao público momentos de intensa vivência artística e inventividade de novas formas cênicas.

O projeto foi idealizado pelo produtor Sérgio Saboya e realizado pela primeira vez em 2012.

 

Com 8 edições já realizadas, o festival atingiu a marca de cem espetáculos.

 

  • 58 espetáculos internacionais de 19 países (Colômbia, Inglaterra, Portugal, Chile, Bélgica, Escócia, Espanha, Argentina, França, Polônia, Suíça, Japão, México, China, Bulgária, Alemanha, Itália, Ruanda e Estados Unidos);

  • 42 espetáculos nacionais de 9 estados;

  • 37 palestras e 58 workshops;

  • XXX festas;

  • 20.000 espectadores por edição;

  • Mais de 500 artistas.

O Festival tem desenvolvido parcerias continuadas com importantes centros culturais cariocas, festivais e instituições internacionais, pautado na eficiência e nos bons resultados do trabalho.

O Cena Brasil Internacional, inserido entre os grandes eventos do Rio de Janeiro, propõe um novo conceito de festival de teatro à cidade, possibilitando um intercâmbio intenso entre os grupos, os artistas participantes e o público.